Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril 6, 2009

Palavras de Neruda... e desenho de Lorca

«Frederico Garcia Lorca!Era popular com uma guitarra, alegre, melancólico, profundo e claro como uma criança, como o povo. Se se procurasse, dificilmente, passo a passo pelos recantos, a quem sacrificar, como se sacrifica um símbolo, não se encontraria o popular espanhol, em velocidade e profundidade, em ninguém e nada como neste ser escolhido.

Escolheram-no bem aqules que, ao fuzila-lo, quiseram disparar sobre o coração da sua raça. Escolheram para esmagar e martirizar a Espanha, esgotá-la do seu perfume mais rápido, quebrá-la na sua respiração mais veemente, cortar o seu riso mais indestrutivel.....»


Estará morto, oferecido como uma açucena, como uma guitarra selvagem, sob a terra que os seus assassinos lançaram com os seus pés sobre as suas feridas, mas a sua raça defende-se com os seus cantos, de pé e cantando, enquanto lhes brotam da alma turbilhões de sangue e assim estarão para sempre na memória dos homens.»

in, Nasci para nascer, de Pablo Neruda

Guernica, segundo Portinari

Quando em Janeiro passei pelo MASP de S. Paulo, deparei-me com 8 quadros impressionantes da visão que Portinari teve da Guernica, quadro pelo qual se apaixonou até á exaustão e explorou numa tentativa de a reproduzir ao máximo e com a cumpicidade de Picasso!
Com pena , não consegui fotografar, era proibido!
Veio hoje a oportunidade de a partilhar convosco no âmbito dos 70 anos que passam sobre o massacre dos espanhóis republicanos e antifascistas.
Há uns 5 anos vi no Canal ARTE, um documentário sobre a fuga dos espanhois para diferentes partes da europa, e da separação dos filhos de seus pais e irmãos , distribuidos por diferentes escolas orfanatos com toda a carga dolorosa e afectiva inerente... eram milhares de milhares de meninos e meninas....
O feliz final do filme foi o reencontro de famílias e o regresso ás suas aldeias de origem ou simples visistas de romagem pois eram já cidadaõs de outros países... um deles era Bruxelas que acolheu muitos espanhóis e eram os principais trabalhado…

Ainda Mário Viegas...

Fico satisfeita com a emoção que esta "memória viva" suscitou nos amigos visitantes!
Acreditem, e do coração vos falo , se várias formas de amar existem, eu então amava Mário Viegas!
Quando partiu, no placar do meu quarto, ficou espetado no canto dos afectos , como se um quarto de teenager se tratasse , uma fotografia vinda no Expresso ,onde ele estava bonitoe de sorriso leve! Ainda a guardo no livro de Álvaro de Campos!


Mas... sou uma das 99 pessoas que conseguiram a sua "auto -foto autobiografia(não autorizada)", organizada pela Câmara de Cascais, para homenagear o artista que começou a sua carreira no TEC, Cascais! Então este mega livro é tão rico, que paulatinamente vos irei transcrevendo pequenos textos e excertos de entrevistas, e digitalizando mesmo algumas partes...que tão actuais são, é só mudar os nomes, e alguns ainda se mantêm!!!
Estes seus olhos, no Trindade , nunca mais os esquecerei..

10 mandamentos para 1 espectador de teatro
1-Não chegarás atrasado...
2-…