quinta-feira, 26 de abril de 2012

"A las 5 de la tarde"(Federico Garcia Lorca))

Aconteceu há pouco...


  Ó terra de ninguém, ninguém, ninguém:
eu te pertenço. És cabra, és badalhoca,
és mais que cachorra pelo cio,
és peste e fome e guerra e dor de coração.

Eu te pertenço mas seres minha, não.

Jorge de Sena