Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro 22, 2011

Hiroshima, Meu Amor - filmes da nossa vida

A "Hiroshima" das nossas vidas...

Um livro de que muito gostei e do filme também... Duras, sempre.
O tempo passou mais uma vez.
Vemo-la na rua. Caminha depressa.
Depois vemo-la no vestíbulo do hotel. Agarra numa chave.
Vemo-la depois nas escadas.
Finalmente, abre a porta do quarto. Entra e estaca como diante de um abismo ou como se alguém estivesse já no quarto. Depois retira-se, às arrecuas. Em seguida, vemo-la fechar suavemente a porta do quarto.
Subir as escadas, descê-las, tornar a subi-las, etc.
Regressar pelo mesmo caminho. Ir e vir no corredor. Torcer as mãos, procurando uma saída, mas sem a encontrar, e, de repente, voltar ao quarto. E, desta vez, suportar o espectáculo daquele quarto.
Vai ao lavatório, molha o rosto na água. Ouve-se a primeira frase do seu monólogo interior:


Ela. - Julga-se que se sabe. E, afinal, não se sabe nada. Nunca.
Ela.- Conhecer a duração exacta do tempo. Saber como o tempo, por vezes, se precipita e, depois, a sua lenta queda inúltil, que é preciso, no entanto aprender a lucidez.
Ela. - Vou fic…

Um presentinho partilhado...