quinta-feira, 24 de setembro de 2009

O sono e os sonhos...

Pintura de S. Dali
" De todas as felicidades que lentamente me abandonam, o sono é uma das mais preciosas e também das mais comuns... um homem que dorme pouco, tem tempo de sobejo para meditar sobre esta particular voluptuosidade"...

" O que nos tranquiliza no sono é que se sai dele, e que se sai sem quaquer mudança, pois que uma extravagante interdição nos impede de trazer connosco o resíduo exacto dos nossos sonhos. O que nos tranquiliza também é que ele cura a fadiga, mas cura-nos temporáriamente, pelo mais radical dos processos, arranjandpo as coisas de maneira que deixamos de existir. Nisso , como como noutras coisas, o prazer e a arte consiste em nos abandonarmos conscientemente a esta bem - aventurada inconsciência, consentirmos em ser subtilmente mais fracos, mais pesados, mais leves e mais confusos que nós mesmos."

Em , Memórias de Adriano, de M.yourcenar

video