quinta-feira, 17 de março de 2016

“A cabeça tem entendimento especulativo, as mãos têm entendimento prático, e este é só o entendimento que faz as coisas” António Vieira


Tarsila do Amaral, pinturas de 1923 e 1933 respetivamente

Frase vinda no jornal Público de hoje. ESCRITO NA PEDRA