Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro 12, 2011

Concurso de Natal 2011 - Camelos do Presépio, na barbearia do senhor Luís

Como vem sendo hábito e prazeiroso, aqui estou e em tempo útil a participar no concurso promovido anualmente pelo senhor Luís da barbearia, aqui.
Depois do empenho de outros concorrentes, sentido que não terei o lugar desejado e tão importante para a minha autoestima resolvi não me agarrar aos "dictons" , "que grande camelo"... "camelos, é o que há mais"... e dar um pouco de intelecto ao concurso, com uma raridade editorial, uma estória de Jacques Prévert, o Dromedário.
Estória de um jovem dromedário que um dia resolveu ir assistir a uma conferência com a sua mãe e se sentiu desagradado e impaciente por não corrresponder ao que ele pensava o que seria uma conferência: não havia música.
Depois , perante uma assistência de homens, mulheres, dromedários e camelos, cansou-se da repetição, de cinco em cinco minutos, do conferencista:
«É importante não confundir os dromedários com camelos, chamo a vossa atenção, minhas senhoras, meus senhores e meus caros dromed…

Boa noite...

Tens muito que fazer?
Não.
Tenho muito que amar!

Sebastião da Gama

Jean Ferrat : J'arrive où je suis étranger (Louis Aragon)