terça-feira, 29 de setembro de 2009

Com o meu mar à vista...




Lápide de homenagem ao poeta e pedagogo figueirense, João de Barros, localizada na Serra da Boa Viagem.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Vamos "tarantinar"...


Não deixem de ver esta interessante curta metragem , TARANTINO S MIND..
E, para ler uma opinião que muito prezo, não deixem de passar por aqui.
POLITEIA.

Intervalo...

Hoje já é outro dia.

Ámanhã haverá mais do mesmo...

O sol parece continuar a aquecer as nossas cabeças.

E, cada um de vós , para retemperar as ideias e o coração, saberá aonde procurar o melhor gelado.

Cá por mim, vou até ao SANTINNI, em Cascais.

Bora lá!
Fotografia de Irving Penn

domingo, 27 de setembro de 2009

Onde estará o equilíbrio?






Foto de Irving Penn, 1951

Gosto de fotografia.
Para hoje escolhi esta, intencionalmente.
A intenção , guardei-a para mim.
Se ela vos despertar algo, deixem o vosso comentário.
Pode ter tantas leituras....
Santo domingo...

A 27, uma sugestão musical para convictos

video

sábado, 26 de setembro de 2009

Bom fim de semana...

"Só nas horas de ócio se fazem coisas excelentes"...

André Gide


Que a ociosidade de hoje, companheira da "reflexão", vos leve em bom caminho no dia de àmanhã.
Precisamos de dias vindouros diferentes.
Como dizia o grande Solnado, que este ano já não vai votar, "sejam felizes"...




sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Momentos...

Ontem, era um mar de gente, abraços, beijos e abreijos.
Vozes que se fizeram ouvir e sentir. Bombos a arrufar e o coração a descompassar.
Fogo de emoção.


Hoje, o mar da minha vida!

Domingo, veremos em que mar mergulharemos. Se de rosas ou de espinhos...












Mar, de Rogério Ribeiro
Colagem de fotos do comício do PCP,
Campo Pequeno

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

O sono e os sonhos...

Pintura de S. Dali
" De todas as felicidades que lentamente me abandonam, o sono é uma das mais preciosas e também das mais comuns... um homem que dorme pouco, tem tempo de sobejo para meditar sobre esta particular voluptuosidade"...

" O que nos tranquiliza no sono é que se sai dele, e que se sai sem quaquer mudança, pois que uma extravagante interdição nos impede de trazer connosco o resíduo exacto dos nossos sonhos. O que nos tranquiliza também é que ele cura a fadiga, mas cura-nos temporáriamente, pelo mais radical dos processos, arranjandpo as coisas de maneira que deixamos de existir. Nisso , como como noutras coisas, o prazer e a arte consiste em nos abandonarmos conscientemente a esta bem - aventurada inconsciência, consentirmos em ser subtilmente mais fracos, mais pesados, mais leves e mais confusos que nós mesmos."

Em , Memórias de Adriano, de M.yourcenar

video



quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Fim do dia, já noite...


Pintura de Ernest Kirchener, 1919
"Amar é a eterna inocência,
E a única inocência é não pensar..."
Alberto Caeiro

Tempo de vindimas (2)

Versátil a alma? Sim, mas também versátil o vinho: as cores do arco-íris, aromas de rosas, frutos, mel, especiarias. Os melhores nunca nos
esqueceremos deles, E a eles voltaremos pois como se sabe, haverá sempre mais marés do que marinheiros...


Eu gosto, tu gostas, nós gostamos de vinho...


Calculem que soube hoje que o vinho deste ano, poderá ser menos bom , porque as bagas tiveram que se autodefender do calor excessivo que se fez sentir!

Espero que a enologia resolva o problema para que a degustação satisfaça a nossa alma.



Camões e grande mal amado Camões:

"Mudan-se os tempos, muda-se

as vontades. Muda-se o ser, muda-se a

confiança: Todo o mundo é composto

de mudança. Tomando sempre novas

qualidades.Continuamente vemos

novidades. Diferentes em tudo da

esperança: Do mal ficam as mágoas

da lembrança. E do bem (se algum

houve) as saudades"

Assim o vinho, que é um suplemento

da alma. Dos maus, fica-nos uma

lembrança triste. Dos bons, a

lembrança boa e o desejo de a eles

voltarmos, sempre que a ocasião se

proporcione.





terça-feira, 22 de setembro de 2009

Equinócio...


Ainda Verão....








Logo, às 21,17, já será Outono...


Assim pintou as estações do ano, Giuseppe Arcimboldo (1527- 1593

Ainda a arquitectura e o(s )arquitecto(s)...










Para contrapor o meu desencanto com o post anterior, sobre a arquitectura que por aí se vai praticando, uma boa informação sobre a arquitectura humanística, no J Expresso, deu-me a conhecer um pouco o arquitecto chileno Alejandro Aravena, que é bonito, jovem, inteligente e sensato. Aravena, também faz parte do júri que atribui o prémio Pritzker , o nobel da arquitectura.
Ele diz na entrevista que lhe foi feita , “não é o talento que faz o bom arquitecto”…
A relevância do trabalho de Aravena está na construção da habitação social no Chile e cuja patente está a ser comprada por vários pa´ses com problemas sociais graves.
O seu conceito , que considero da maior sensatez e preocupação social , tendo a maior consideração pelos futuros moradores, é a abordagem que faz aos mesmos, tendo em conta as necessidades individuais e colectivas. As famílias participam no desenho do projecto.
Diz ele, “ os moradores não precisam de saber de arquitectura, são apenas uma ferramenta. Sabem como viver. E nós estamos a construir sítios para eles viverem”.
No fundo é um conceito quase universal da arquitectura que me fez lembrar um documentário maravilhoso, histórico, que vi há meses no cinema Alvalade (reabilitado), “ Operação SAAL”(Serviço de Apoio Ambulatório Local), liderado na altura pelo arq.Nuno Portas, e que envolveu a nata da arquitectura portuguesa, isto em 1975, para poder resolver os problemas sociais da habitação no Portugal pós 25 de Abril.




domingo, 20 de setembro de 2009

Passeios de verão com um pé no outono e...

Passeio-me ao longo do paredão nesta bela manhã de fim de verão.
Tempo de praia muito a meu gosto ou na areia ou numa esplanada,
onde a paz da época me ajuda a pôr as leituras em dia ou apenas entrar numa amena cavaqueira.

Uma conversa agora recorrente, é a construção que está a dar lugar ao antigo hotel Estoril-Sol, aqui mostrada em maquete e em fotografia por mim tirada hoje.

Lembramos uma estória antiga. Quando o ditador veio pela primeira vez passear de carro até ao Guincho , depois do hotel concluído, teria dito- " dizem que sou eu que mando neste país? Se mandasse jamais deixaria construir este mamarracho..."-

Bom, futuramente ou hoje mesmo, quem vamos acusar a autorização da construção deste montro e atentado paisagistíco ?

Que a Câmara de A Capucho autorize, não espanta. Mas que o reputado arquitecto Gonçalo Byrne avançasse com este projecto, só uma explicação e um pedido de desculpas do mesmo me , nos, poderá apaziguar. Mesmo assim temos que viver o resto dos nossos dias com este H espelhado a preto a agredir o nosso olhar...A
ditadura do mau gosto, continua...
Aqui, no montedavirita poderão ver melhor a afronta em marcha .

caricatura de Abel Manta, Salazar)









Parabéns , linda menina...



Hoje, uma querida amiguinha, a Mafaldinha, faz 7 anos.

Ela é uma prendinha na vida de todos os que a conhecem.

Parabéns e uma lembrança do nosso verão. ..


sábado, 19 de setembro de 2009

São marés, senhores...

video

As marés vivas chegaram antes do tempo...Pobre país revolto tal como o encontro deste rio, o Douro, com o mar.

São marés, senhores, mas o cheiro é a maresia.

" A damisela passeia

no país da alcateia,

tão exterior a si mesma

que não é senão fome

com que este país come.

***

País do eufemismo, à morte dia a dia

pergunta mesureiro:- Como vai a vida?

***

País dos gigantones que passeiam

a importância e o papelão,

inaugurando esguichos no engonço

do gesto e do chavão

E ainda há quem os ouça, quem os leia,

lhes agradeça a fontanária ideia!"

Excerto do poema O PAÍS RELATIVO, de A. O Neill

Bom fim de semana!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Mais uma razão para vir até Cascais...uhm...

O meu concelho passou hoje a estar mais rico.

Todos os motivos da vida para uma passeata até Cascais
visitar A Casa das Histórias, ou museu de Paula Rego , no belo edifício concebido por Souto Moura.


A área envolvente está muito bonita , com o Centro de Artes logo ali ao lado, o Jadim Marechal Carmona e o simpático Museu Conde Castro Guimarães.

E o mar, ali tão perto...

Há festança desde as 18h para os convidados de honra.

À noite, o povo também tem festa na Cidadela. O Fadista Camané e algo mais de que agora me não lembro ,animarão os mais tristes... e deixarão mais felizes os contentinhos.
Eu guardo-me para a semana que vem... gosto de calma.







Óleos de Paula Rego

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Tempo de vindimas. A mulher e o vinho... (1)

DE VÉLAZQUEZ, A VÉNUS DO ESPELHO Solta, livre, liberta, graciosa. Agir com o quem não se leva muito a sério é a suprema expressão da responsabilidade. É saber antigo que "todas as coisas têm o seu tempo e todas elas passam debaixo do céu, segundo o termo a que cada uma foi ordenado" .

O respeito pelo tempo que devemos dar ao tempo é uma das lições do vinho. " Numa velha garrafa há mais de mil anos de História." Só um espirito liberto, descontraído, culto , pode descobrir concentradas nos aromas de um vinho tinto jovem, vigoroso e bem educado todas as violetas da terra. O tempo precisa de tempo para se apropriar da maravilha do olhar e do gosto.
(De Alma Latina, á descoberta dos mistérios do vinho, publicação que guardei religiosamente a quando da EXPO98 )

Vozes com nozes....

De Mário Cesariny
Para ler as razões sobre o regresso aos velhos fantasmas deste pobre país... o "i" traz nos qualquer coisa sobre isso...
Jamais pensei ouvir falar tanto do velho de Santa Comba Dão....
"balhamedeus"....

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

100-1=99 , para ver e ouvir...

A vida não é sempre a cores.

Hoje, vejoa-a pelos olhos de Willi Ronis, que partiu aos 99 anos.

Também quero partilhar convosco este blogue que descobri, Sete Sombras, tema, Amizade.

video


Bebo y Cigala, para nós, hoje

video

Quanto mais te vejo, Almodovar, mais gosto do vermelho na minha vida...

Pode-se gostar mais ou um pouco menos da estória , mas é uma fita de Almodovar com todos os ingredientes almodovarianos - as suas mulheres de eleição , as suas cores e um dramalhão sem esquecer Bebo y Cigala como musico final...
Em Abraços Desfeitos, Lluis Homar interpreta Mateo Blanco, um escritor, argumentista e cineasta que ficou cego num acidente, mas nunca deixou de trabalhar sob pseudónimo: Harry Caine. Penélope Cruz personifica Lena, a sua grande paixão e sua musa, e é legítimo ler, na relação entre ambos, sinais da própria relação entre a actriz e Pedro Almodóvar.
" Somos como um casal que se ama profundamente, mas dorme em cama separadas"....disse PC

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Homem pobre, homem rico....




Há sapatadas que valem milhões...
Jornalista que atirou bota a B... sai rico da prisão.
Há horas felizes... mesmo com alguns custos.
(sapatos e sandálias, com brilhantes, eram de Maria Callas)

Recordando...



Ainda recordando Tavira que olhos amigos me fizeram visitar de outra maneira. podem ler aqui, a lenda do rio Gilão, Cavaleiro Cristão e a Moura Encantada...
Fotos :
Rio Gilão, pesca do atum e museu da pesca do atum

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Tantos...

Números redondinhos... são sempre para festejar... E, aqui no Mar à Vista , com contagem a ser feita desde Março, só do nosso pequeno "torrão" já clicaram mais de 5000 almas! Alguns são curiosos, outros mesmo muito curiosos... que tentam descodificar os meus estados de alma , por isso insistem no clic e aí as contagens ficam um pouco "falsificadas", os" militantes "deste espaço de afectos em que se tornou a blogosfera e com quem há deliciosas cumplicidades e os meus Amigos.
Outros prometem passar quando tiverem um tempinho...
Que passem todos, é o que desejo e que venham por bem. Afinal é a minha/vossa casinha...

Tavira e a beleza das suas salinas...

Fiquei fascinada com a beleza que as salinas da Ria Formosa

apresentam nesta fase da sua evolução e de saber como o complemento das nossas refeições, a flor de sal, chega até às nossas mesas.

As salinas, com os seus cristais, parecem autenticas pistas de gelo, onde as gaivotas fazem parte de uma assistencia cujos actores poderão estar a todo o tempo a chegar, os marnotos!

Ir para sul é sempre um gosto acrescido...


A Flor de Sal é o resultado do trabalho destes elementos da natureza que em conjunto proporcionam uma fina película de cristais que flutuam no leito rosados dos talhos e de onde são retirados diariamente (e até duas vezes por dia) com utensílios próprios.

No acto de recolha são depositados em caixas perfuradas para escorrer e secar na própria salina sendo seguidamente armazenados para acabar de escorrer.

Posteriormente, é colocado em embalagens para o consumo sem sofrer qualquer tipo de transformação para que o consumidor obtenha um produto 100% natural, com cheiro muito característico deste produto.

De preferência, deve-se utilizar no fabrico de manteigas, queijos ou em culinária de alto gourmet, adicionando pouco antes de confeccionar e um pouco mais depois dos alimentos confeccionados.

Hoje, na antena 1

Hoje, o meu pequeno almoço foi prolongado pois fui apanhada por uma entrevista de Maria Flor Pedroso a JS, o ainda ...1ºM.
Pela 1ª vez, das poucas que o oiço, senti a crispação e a irritação numa entrevista de campanha. Falar para a TV ou para a rádio parece que faz a sua diferença.
Na televisão , quem vê a cara vê o coração.
Na rádio , ouve-se a voz e imagina-se o coração...






domingo, 13 de setembro de 2009

Bom domingo...

Ernest Ludwing, Marcella, 1907

Pensativa como Marcella, também eu ando...
Penso nisto e naquilo.
Gostaria de travar isto , por causa daquilo.
Mas o melhor, será mesmo arranjar um gato e os domingos passarão a ter outro brilho.
Quem sabe ?

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

11 de Setembro...

Fotografia de David Lachapelle

"- Como diz o compêndio de fotografia: a imagem apresenta um ordenamento inverso do real, mas captou-lhe os elementos essenciais"


In ,Finisterra de Carlos de Oliveira

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Prémio, vale a pena ficar de olho nesse blogue...





Ó vida ! Vida de "bloguista", assumida e viciada... mas timida, não é fácil....



Repito-me. Para quem ainda não há um ano começou timidamente a colaborar num blogue amigo e de repente se vê "empurrada" para a criação de um Mar á Vista, para dar as minhas próprias passadas consoante a minha sensibilidade e emoção , a pensar muitas vezes nos presentes e nos ausentes ... dá para me sentir lisonjeada e responsável... Ser do agrado de alguns amigos que têm sugerido esta simples mas alegre casinha, tão simpática quanto eu... a ser visitada e premiada , ser mais uma vez , escolhida pela mdsol de branco no branco, é honroso. Neste mundo virtual, eu admiro-a, imagino-a. E não sou a única com esse sentimento. E , quase morro de curiosidade em a conhecer....
Escolher... para não quebrar as regras, é o mais complicado. Que me perdoem ! São tantos os bons e eu tão pouco assidua da diversidade, fiel aos da minha lapela... por isso deixo aqui um conselho. Visitem a lapela e por lá há pelo menos 10 blogues que não devem perder de vista...
Deste mar sem fim, Mar á Vista.

C est en septembre.... (1978)

video

Pintura



Baigneurs à Moritzburg,1909 de

Ernest Ludwing Kirchiner, expressionista alemão
Mulher com sombrinha, 1906




"É somente quando a pintura não é boa que há atentado ao pudor.








Os verdadeiros quadros, sabes, se aproximássemos deles um espelho, este deveria embaciar-se, de hálito vivo, porque eles respiram." Pablo Picasso



quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Dia 9-09-2009, superstição?


Curiosidades sobre o 9,aqui...
Dizem que não há bruxas, mas que "las ay"...

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Musica... September morning

Freddy Cole (c est en septembre...)

E não deixem de passar por aqui para reler A invençãao do amor

video

Provérbios de Setembro

Van gogh, Pôr de sol
Em Agosto secam os montes e em Setembro as fontes.

Em Setembro, ardem os montes e secam as fontes.

Em Setembro, planta, colhe e cava que é mês para tudo.

Setembro a comer e a colher.

Setembro molhado, figo estragado.

Setembro ou seca as fontes ou leva as pontes.

Trinta dias tem Novembro, Abril, Junho e Setembro; de vinte e oito, só há um, e os mais têm trinta e um.

Abril, frio e molhado, enche o celeiro e farta o gado.

Agosto, debulhar, Setembro, vindimar.

Corra o ano como for, haja em Agosto e Setembro calor