sábado, 31 de julho de 2010

sexta-feira, 30 de julho de 2010

A vida , a música e o teatro....


Fotografia de Carlos Paredes que faz parte do acervo do Teatro Experimental de Cascais.
Foi neste mesmo Teatro que António Feio começou a sua carreira de actor.

Estas, não foram" conversas da treta"...Adeus António Feio. Demasiado novo para partir...

domingo, 25 de julho de 2010

Hoje, também cá pelo concelho...

Umas vezes com mar à vista, outras com vista de mar



















Passeio há muito desejado pois só o faço de anos a anos...
Ver a paisagem integrada nela é outra forma de ver e sentir o meu "habitat"no seu melhor e no pior. Sim, porque aonde se vêem casas na linha de costa, de altura desordenada, já foi reserva natural de Cascais-Sintra....
Qualquer um pode fazer este passeio de barco, que se faz 4 vezes por dia.
Para mais informações é ligar para a CMC.
Bom domingo...












sexta-feira, 23 de julho de 2010

Bom fim de semana....

Ainda sobre a exposição dedicada a CM....




A notícia que se pode ler no Público de hoje ,aqui, mostra que não fui suspeita na minha apreciação...

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Eurico Carrapatoso esteve presente e Sonor Ensemble interpretou obras suas

O que não deve perder aqui em Cascais.... um mar em festa











Cascais está em "chama" com tanta proposta cultural.
Hoje foi dia de ver a exposição aqui anunciada , sobre Carmen Miranda e uma outra sobre a tapeçaria de Portalegre, onde estão passados ao fio alguns dos mais belos quadros dos nossos bons pintores portugueses.
Vivamente a não perder, e como costumo dizer, o passeio é tão bonito...
1ª montagem de imagens, tapeçarias de Portalegre
2ª e 3ª montagem de imagens guarda roupa de Carmen Miranda e quanto ao conceito da exp. o seu comissário técnico está de parabéns.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Momento de esperança...

Alguém hoje abanou a minha distração aqui assumida !

- "Não, a menina está enganada, Maria Bethânia actua em Cascais

no dia 22"...

Prometi a mim mesma poisar a poeira de algum alheamento ir a correr

comprar o bilhete.

Espero ir a tempo....

terça-feira, 20 de julho de 2010

Momentos não vividos...




Maria esteve mesmo aqui à porta de casa... e eu , que ando muito distraída, enganei-me na data.
Lamento...
(imagem tirada de um mail recebido que tem a ver com o meu dia a dia e talvez o vosso, quem sabe...)

domingo, 18 de julho de 2010

Parabéns, Senhor Mandela...







Na prisão, Mandela só podia receber duas cartas por ano.
Então, sobre isso, escreveu. " Uma carta é como uma chuva de verão que faz florir uma flor..."

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Bom fim de semana com todos estes" Bês" bem bons....



Acompanhados , de preferência, com o melhor amigo(a).... ouçam esta beleza, com o melhor som... numa noite estrelada ou numa tarde de azul vestida...
O melhor para todos...

Olhares impressionistas numa tarde de verão....






















Banhista, de Renoir, 1910 Mulher limpando braço, de Degas,1884

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Dr. Martens 50 - The Cinematic Orchestra

Para JV, que faz hoje anos....Parabéns

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Momentos ....



Quando o sol brilha e aquece nas belas tardes de verão uma forma de reconciliação com a vida é comer um dos melhores gelados do "mundo", SANTINI, em Cascais e agora AQUI.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Música para recordar....com mar à vista


E aqui acaba a visita pelo Espaço de Memória do Teatro Experimental de Cascais.

O figurino aqui ao lado faz parte de uma cenografia de José de Almada Negreiros para uma peça relacionada com o mar de que agora não me lembro...

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Sala Jean Genet no TEC- espaço memória-






















Cascais e os seus momentos de ouro....








Hoje, no Teatro Experimnetal de Cascais, razões várias para alguma emoção....
O espaço em si que alberga o espólio do teatro ao longo da sua imensa vida, um pequeno museu ,que vai alterando os seus cenário ao longo do tempo....
Uma pequena exposição dedicada à Sr. Dona Amélia Rey Colaço, a evocar os 20anos passados da sua morte acompanhada de uma entrvista inédita que a todos emocionou.... pertença dos arquivos da RTP Memória.

E, uma bela exposição de fotografia ," De Volta dos Teatros", que mostra os teatros que foram construídos ou recuperados no âmbito do programa "Rede Nacional de Teatros e Cine-Teatros".
Durante estes dias deixarei por aqui algumas imagens deste espaço de memória que se puderem não deixem de visitar.
( Na fotografia temos o grande actor Joõa Vasco que fez a apresentação da exposição... João com Carlos Avillez, são as almas nobres deste espaço e do Teatro Mirita Casimiro.)

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Jue Wang

Dia 29 de Julho , Centro Cultural de Cascais

Bom fim de semana...


"A música está a tocar na minha cabeça

Uma e outra vez

... Não tem fim..."

Carole King

Semanas de música no Estoril, até 31 de julho.

"Os Bentos" de Zédalmeida


quarta-feira, 7 de julho de 2010

Lembrar Matilde Rosa Araújo... 1921-2010


“Lembrar a infância para quê? Porquê? Que sonho nos acorda neste lembrar? É sempre, ou quase sempre, uma pungência de sentidos desperta, uma ligação com a madre que ganha o sinal das suas profundezas, a verificação de que crescer foi o entender da finitude da vida: esse acabar de deslumbramentos perante as coisas vistas pela primeira vez sem o sentido do acabar por qualquer morte.
Lembrar a infância será ter saudade do que se foi, com o peso do já ter vivido: será, recrear uma apetência insatisfeita para uma vida vivida com objectivos ideais, apetência ligada com a origem mas com a frustração do uso.”
…..
Este o excerto do prefácio de um livro de cabeceira de Matilde Rosa Araújo, INFÂNCIA LEMBRADA, que tenho usado ao longo do tempo neste espaço, quando quero pôr um dos nossos poetas a falar da sua infância, pois este livro é uma recolha de poemas sobre a infância de todos os grandes poetas portugueses...


FICOU DA INFÂNCIA A FEBRE

Ficou da infância a febre
De correr parado
Pelas estradas

Podes chamar-lhe versos
São viagens

Ficou na infância a fisga
De arremessar ao vento

Podes chamar-lhe versos
São pedradas

DE Daniel Filipe , o poema
Ilustração de Maria Keill

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Água, para refrescar...


O calor seca as palavras...
Também nem sempre são precisas.

Só a título de informação. Esta fotografia é o regresso de uma procissão de mar , no dia de S. Pedro, na praia de Buarcos.

domingo, 4 de julho de 2010

Momentos -3-

Momentos...-2-

Momentos de ouro.... -1-




Eles são a São e o Nuno....
São grandes, muito grandes....Têm um coração do tamanho do mundo para todos os que com eles privam. Amigos , família e todos os que mais venham....
Viveram uma união de facto de muitos anos que ontem resolveram registar na festa de dois amantes, que contagiam pelo amor ,a mais bonita festa de casamento que até hoje assisti.... Eu que não gosto de casórios....
Tudo muito intimista , pleno de maturidade e sensibilidade que só a sabedoria, e a idade permitem vivenciar.
Houve brincadeira, muita...
A querida noiva, aqui com um véu às três pancadas, surgido na hora de cortar o bolo, mas cheio de carga simbólica, pois foi o véu usado por Raul Solnado, no filme "As Noivas de Santo Anónio", uma metáfora ali recriada para o noivo , um devoto e grande colecionador de S. António ( com um grande OBRIGADA ao amigo João Vasco do TEC).
No momento de poesia, trancrevo uma escolha feita pelo Nuno de um pequeno fragmento.... , A Invenção do Amor, de Daniel Filipe, dedicado a`querida São....
Que a sua felicidade se eternize e viva nos nossos corações....

"Como pinho selvagem, te recebo
e amo no chão de areia ensolarado:
ingénuo efebo
deslumbrado."


sábado, 3 de julho de 2010

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Momentos...




Lisboa hoje estava feérica....

Mais correctamente a baixa de Lisboa.
Depois de amena e amigável cavaqueira numa zona panorâmica da cidade, que só nos pode pôr de bem com a vida quando ela parece mais "bolorenta"...eis que ao descer o Chiado e ao olhar para o Largo do S. Carlos me dou conta que está a acontecer uma das sessões FESTIVAL AO LARGO 2010.
Um quarteto de cordas e acordeão que interpretam Astor Piazzolla e Richard Galliano...
Sublime encontro também com um casal que tocava violino e cantavam entre si mantendo um diálogo de cordas e vozes.
São os bons e pequenos momentos que fazem a vontade de viver "o pão nosso de cada dia"...


Bom fim de semana e estejam atentos ao Festival ao Largo... é de graça....

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Sonho Azul

Julho

Pintura de Paul Cèzanne
Julho proverbial... Também assim foi denominado por causa do general Júlio César, que fixou a duração do ano solar em 365 dias e seis horas. Era o quinto mês do calendário romano.

Lavar pelo S. João e terás palha e pão

Em Julho reina o gordulho.

Em Julho abafadiço, fica a abelha no cortiço.

Não há maior amigo que Julho com seu trigo.

Por todo o mês de Julho o celeiro atulho.

Em Julho abafadiço, fica a abelha no cortiço.

Em Julho reina o gorgulho.