domingo, 28 de setembro de 2014

A vida vai-me sempre surpreendendo....


"Black Square", Kasimir Malevich

 Concretização de um sonho.... Por aquil

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

olhares


Gosto de fotografar a vida e os sonhos também...

Máquina fotográfica que faz parte do Ecomuseu da aldeia do Picote.



Aldeia do Picote e rio Douro.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Equinócio

Artemar, Cascais, 2013


                                          Oblíquo Setembro de equinócio tarde
                                          Que  s alonga e depara e vê e mira
                                          Tarde que habita o estar do seu parado
                                          Sol de Sul pelo sal detido

                                          Assim estar aqui e o haver sido
                                          Quasi a mesma que sou no tão perdido
                                          Morar aberto de um Setembro antigo
                                          Com o mar desse morar em meu ouvido


                                         Pura paixão que não conhece olvido

                                                            Sophia M. Breyner, em Antologia MAR

domingo, 21 de setembro de 2014

Desejo meu....


.... para que por este "Mar" se faça luz.
Picasso disse "Nem todos os quadros têm que ser obras primas". 
Esta minha casa virtual não era , nem tinha pretensão de ser uma obra prima, mas era me muito agradável como a casa que habito e provavelmente a quem o visitava.
O que aconteceu com o apagão que ainda não tentei resolver, e, olhando a meu redor, é como se olhasse os meus quadros, livros e tudo o resto, de uma forma totalmente descolorida.
Que brilhe em breve a história de um blogue feito por amor e com amor.

sábado, 20 de setembro de 2014

Por aqui....

Ao chegar, encontrei um apagão no Mar à Vista.

Ou erro meu ou do sistema, mas penso que fui eu com os meus excessos de zelo...

Procuro ajuda. Logo que possa, regresso.

Espero bem não ter que rezar pela alma de algo que tanto estimava.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

De passagem... quase "misteriosamente"....


Numa estação de metro em Londres, assim como na entrada de alguns condomínios, poderei dizer que quanto a livros veio me ao pensamento a expressão  "os meus, os teus e os nossos" livros. 
As fotografias são de uma estação de metro onde todos os dias há um pensamento diferente escrito na parede. Os que encontrei eram de pensadores chineses.

      Por maior que seja uma montanha, tu não podes
vê-la tendo as tuas costas voltadas para ela; por
menor que seja um fio de cabelo, tu podes vê-lo se
olhares para ele. 

Wen-Tzu ( A compreensão dos mistérios), no livro de Gonçalo M. Tavares, HISTÓRIAS FALSAS



terça-feira, 9 de setembro de 2014

"vas, vis et deviens"...*

*
  *Nome de um filme que amei .
Regressar e encontrar-vos bem,é um desejo meu.

Antes de vos deixar por uns dias, abalando para umas férias mais do que merecidas, depois de quase 3 meses de dias em que a balança pendeu para o mais negativo,  pesados, mas sempre com um sentido de dever a cumprir, eis-me liberta por ora e agarrada às asas e companhia do meu filho.

Mas antes , vou deixar-vos a sugestão de um livro a sair dia 10, entre a ficção e a realidade de como a Rita , uma amiguinha filha de um ENORME AMIGO, viveu e combateu com uma energia e solidão desejada,  como eu jamais vi. Um câncer que ela sabia fatal.
A Rita partiu aos 26 anos para Paris, para na Sorbonne fazer o seu doutoramento. O encontro com Paris, depois de uma viajante incansável, tornou-se fatal. 
Adoro esta capa do livro , pois ao longo das suas múltiplas operações, sempre em Paris, Rita,  saía  para o seu pequeno apartamento de bicicleta. E mais não digo. O livro de Ana Casaca não é a vida da Rita , mas segundo me disse, houve pretexto de enquadrar algo sobre a doença e vida da Rita.

Aos 26 anos foi diagnosticado um cancro a Rita. A sua luta e a forma como encarou a doença ficaram registadas no blogue Episódios de Radio* e foi a partir daí que Ana Casaca – autora de “Todas as Palavras de Amor”, um dos romances de maior sucesso de 2013 – se inspirou para escrever “Viagem ao Fim do Coração”. A obra, da editora Guerra & Paz, chega às livrarias a 10 de Setembro e custa 14,99€.

Pode e deve lido.

domingo, 7 de setembro de 2014

Boa semana...

Etiquetas
As fotos da Virita


Gosto de ver a luz ao fundo do "túnel".
Gosto da clareza , da limpidez, da honestidade moral, do afecto constante e não intermitente, gosto de amigos, de alguns amigos de amigos. 
Gosto de amar e ser amada. 
Não sou masoquista.
Acreditem que não é a estória da Carochinha. Sou eu.
Boa semana.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

olhares....



setembro no Jardim das Amoreiras

                          La Bataille des Coteaux, tapeçaria de Portalegre, 1981, de Vieira da Silva


"A Tapeçaria de Portalegre na obra de Vieira da Silva" continua em exposição no Museu Arpad Szenes-Vieira da Silva. Pela primeira vez são apresentadas em conjunto todas as tapeçarias de Vieira da Silva realizadas na Manufactura de Tapeçarias de Portalegre (excepto a obra Êxodo). Aproveite o último mês para ver estas obras impressionantes e para saber mais sobre a excepcionalidade da técnica das Tapeçarias de Portalegre.

Fundação  Arpad/ Vieira da Slva. Atenção à enorme programação.