terça-feira, 14 de abril de 2015

365 dias... uma eternidade

Um ano depois do rapto de Chibok, 200 jovens nigerianas continuam desaparecidas.

"não sei como resiste o que perdura"

Luís Amorim de Sousa, Coisas

2 comentários:

Majo disse...

~
~ ~ ~ Triste...

~ Demasiado triste...

~~~~Beijo, amiga.~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Ana
Um tormento, um inferno. Tantos infernos ao nosso lado.

bj amg