segunda-feira, 29 de junho de 2015

O S. Pedro está-se a acabar... (2)


...
 Para uns és S. Pedro, o grão porteiro,
Para outros as barbas já citadas,
Para uns o tal fatídico chaveiro
Que fecha à chave as almas sublimadas.
Para uns tu fundaste a Roma do Papado
(Andavas bebado ou enganado
ou esqueceste
O teu posto quando o fizeste)
E para outros enfim, como é o povo
E segundo as ideias que elle faz,
És quem lhe não vem dar nada de novo -
Umas barbas com S. Pedro lá por traz
...


Os Santos Populares, de Fernando Pesssoa, com ilustrações de Almada Negreiros e Eduardo Viana

Devido ao adiantado da hora e às consequências da canícula, não trabalhei as fotografias como seria o merecido.
Desculpem-me lá...

4 comentários:

Majo disse...

~~~
~ Num tempo em que dançavam na rua...

~ O povo era pobre, mas
segundo as gravuras, muito mais feliz.

~ Preocupantes estes dias que passam...

~~~~~~ Abraço, Ana. ~~~~~~~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Anamaramiga

Ganda post! Pessoa e Almada juntos - são explosivos! Ganda post!

Qjs

anamar disse...

Bom dia Majo,

Passo depressa pois vou tomar conta do Gabriel e sem continuar com tempo para a Travessa... :) Vá lá, ri-te.

Nem consigo ir acabando de ler os meus livros pelo tempo a mais , e não é muito por comparação ao que aí vejo, que passo pela net... Tenho outros vícios de leitura por este meio. E faço outras coisas. Blogues, curtos e breves e até sou pouco simpática com pessoas que aqui passam e eu não visito.

Pois eu penso que nos locais onde os Santos Populares têm tradição, os bailes e folguedos mantêm-se... Noutras terras mais pequenas, nem tanto.

Porto quer levar S. João a Património Mundial, por exemplo.
E, bem minha amiga, és uma enorme excepção de uma amizade virtual...
Um destes dias ainda me vês em Lagos.

Bjs

Graça Sampaio disse...

Inconfundível o traço de Almada!

Beijinho