segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Boas Festas... Dias a vosso jeito se vierem a pretexto...

Christmas Eve (1904–1905), Carl Larsson

7 comentários:

Graça Pires disse...

Que belo poema de Natal de Vinicius. Obrigada por este momento, minha amiga.
Desejo um Natal cheio de conforto e um Ano Novo com muita Saúde, Paz e Amor.
Um beijo

Majo disse...

~ººº~***~ººº~***~ººº~***~ººº~***~ººº~
~~~ Dias de intenso carinho
dedicado aos teus amados meninos
~~~~~ e restante família.



~~~~~ Oramos para que
~ haja conforto em todos os lares.

~~~~~ Beijinhos amigos.
~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

Bjs

silvioafonso disse...

Terra à vista, mas parece
que até hoje a gente paga
pelo descobrimento.

Adorei o blog e por isso
o estou seguindo.

Feliz natal, gente.




.

heretico disse...

beijo, Ana Maria

votos de Feliz Natal

ERA UMA VEZ disse...

Querida amiga

O silêncio às vezes também não é indiferença...

Tenho muitas saudades das nossas conversas. Vamos ver se é neste ano que vai chegar que nos reencontramos... quem sabe no Museu Vieira da Silva para princípio de conversa...
Por hoje um grande abraço de Natal para si e para a sua maravilhosa família. E vivam os Poemas!!!

anamar disse...

Tudo verdade, ERA UMA VEZ.

Bem me lembro de si e da partilha que ainda não fizemos do que a vida nos deu de bom.
Também tenho saudades de Setubal... Podemos começar por aí e acabar nas Amoreiras, jardins.

Bom Natal e tudo de bom para 2016. saude.

Beijinho grande :)