sexta-feira, 29 de julho de 2016

"quando desejamos, pomo-nos à disposição de quem esperamos", assim foi , assim é...até breve


Pinturas de Edward Hopper, 1950
"A obra que trazemos em nós parece-nos sempre mais bela do que aquela que fizemos"

Alphonse Daudet (1840-1897)

A todos os amigos que por aqui passam habitualmente e gentilmente deixam um comentário, as minhas desculpas por falta de retribuição. Majo, Graça, Puma, Justine, e outros que passam mas só lêem, que me desculpem por falta de comparência. Mudanças na vida . Boas, mas que tiram tempo e diposição para a blogosfera.  Irei passando. Tudo de bom para vós. Vou tirar um tempo de descanso deste Mar à Vista mas sem vos deixar com vista de mar.

terça-feira, 26 de julho de 2016

procurando frescura nas palavras e nas imagens...

"quartos pelo mar", Edward Hopper


"quando escrevo mar
o mar todo entra pela janela"


Al berto

sábado, 23 de julho de 2016

hoje, sonho esta praia....

Raquel Taraborelli - Pintora brasileira contemporânea



sábado, 16 de julho de 2016

o calor, O`Neill e o meu repasto, com música (2)...

Pensando no almoço de amanhã na companhia de Alexandre O`Neill.

Salada deliciosa:

3 bananas
2 tomates
1 cebola

Corta-se em miúdos, deita-se-lhe azeite virgem e limão. è uma das melhores saladas conhecidas.

Do livro, JÁ CÁ NÃO ESTÁ QUEM FALOU, ASSÍRIO&ALVIM

quinta-feira, 14 de julho de 2016

as noites musicais de verão...anos 60 (1)

porque é por ti que vivo é por ti que nasço

     porque amo o ouro vivo do teu rosto
                                    
                  António Ramos Rosa (Amo o teu túmido candor de astro) 

quarta-feira, 13 de julho de 2016

"A bola e o Goleiro" de Jorge Amado e a crónica de Rui Martins no DN de hoje.... Por mim, já acalmei das diatribes futebolísticas. Férias....





Adicionar legenda

Uma coleção que já não existe, nasceu nos anos 8o do séc. passado, esgotou pela beleza e pela escolha dos autores e ilustradores. Não era barata... , mas eu tenho-a. De 4 em 4 anos venho a este livro de Jorge Amado, altura em que as coisas do futebol me entusiasmam. 
E, acabo por aqui a minha acalmia, deixando-vos tambem a c´ronica de hoje,  no DN,  de Rui Cardoso Martins. Uma ´pérola.

(quem quiser ler o livro todo e ver as ilustrações , deixei-o na minha página de FB)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

"Num gesto chauvinista e antifrancês (eu, que chorei pela França e pelos amigos franceses, neste ano de terrorismo, e fui beber uma cerveja no Le Carrillon e acho que nisto eles são uns bravos), fiz passar pela sala um exemplar em marroquim do livro El-Rey Junot, de Raul Brandão, que nos conta os delírios das invasões de Portugal, no princípio do século XIX, quando isto parecia ser tudo deles e quando ainda hoje tantos respeitam um assassino de massas, salteador sem misericórdia, Napoleão Bonaparte. Lembrámos as derrotas futebolísticas de 1984, 2000, 2006, quando a França nos eliminava e tratava a seguir como se o nosso fracasso estivesse contemplado no artigo 2 de um eterno código napoleónico.

Crónica completa, AQUI

segunda-feira, 11 de julho de 2016

vista aérea do estádio de Saint Denis, quando.... (momentos de ouro)

Exibindo IMG-20160711-WA0004.jpg

meu piloto de eleição, TAP, sobrevoava o estádio no glorioso dia de ontem a caminho do Luxemburgo. Que festa, pá!

terça-feira, 5 de julho de 2016

momentos de ouro...


Pinturas de Edouard Manet


Porque gosto de miúdos, porque fui professora, de miúdos(as)... Mãe do António, avó do Gabriel, 16 M, fizemos hoje o nosso primeiro dia de praia com todas as traquitanas, não muitas, que tal performance requer.
A maré estava baixa, lindas algas passeavam-se ao sabor da maré baixa, cardumes de belos peixes, sinal da pureza das águas,  deslizavam junto das nossas pernas.
Não tem preço o prazer de iniciar o meu pequenito nas texturas marinhas, que lhe causam ainda algum "frisson".
Ao meu colo, porto seguro, bracinhos de mel agarravam o meu pescoço.

E, de tudo um pouco aconteceu. "Petit à petit", até que um dia, quando falar, me peça :- vovó, eu quero um mar pequenino, só para mim, para eu brincar...
Há 36 anos foi o que o pai me pediu e eu eu dei-lhe o oceano, todos os oceanos do mundo.

domingo, 3 de julho de 2016

Camilo de Oliveira... 1924-2016 . Boas memórias tenho....

Teatro Caras Direitas, Buarcos, Figueira da Foz, fundado pela avó de Camilo de Oliveira, que nos deixou hoje depois de 91 anos bem vividos . 
Eu não sabia que Camilo tinha nascido na Figueira, mas sei que as minhas primeiras memórias de Teatro, são da Companhia de Teatro Rafael de Oliveira, companhia itinerante, que se instalava por meses na Figueira . Teatro e outras variedades. 
Hoje fiquei mais rica por saber que estou ligada por naturalidade e não só , a uma figura importante do teatro e da comédia portuguesa.
Bem Hajas, Camilo de Oliveira. Aqui

sábado, 2 de julho de 2016

Alvin Toffler, 1924-2016

IDEIAS DE ALVIN TOFFLER

Alvin Toffler acreditava que havia uma sobrecarga de informações devido ao aumento das tecnologias e que isso impactava diretamente no cotidiano das pessoas. Foi ele que criou o termo "sobrecarga informativa", onde dizia que há muitas informações para serem processadas em um período de tempo muito pequeno.
A sobrecarga informativa era o tema mais defendido por Toffler desde o início de sua carreira, atribuindo este fenómeno a um grande stress da população que gera um problema social.
O sucesso de suas ideias é que Toffler teve a capacidade de prever que todas as pessoas seriam dominadas pela tecnologia e teriam um computador em casa.
Da mesma forma que continua com suas previsões futuristas, Alvin Toffler acredita que em um futuro próximo seremos vigiados por câmeras constantemente, sendo totalmente dominados pela tecnologia.
Em algumas entrevistas dadas a Revista Veja, Toffler ainda afirma que a agricultura do futuro irá focar na tecnologia para melhoria da qualidade dos alimentos, podendo produzir cada vez mais produtos bons a baixo custo, sendo possível até diminuir a miséria do mundo através de uma alimentação mais saudável e barata. Porém ele afirma que nada disso será possível sem educação.
De modo geral, suas ideias analisam as tecnologias atuais para prever as que ainda virão e, ironicamente, ele acertou quase todas as previsões futuristas apresentadas em seus livros, artigos e palestras.

pesquisa Google, in Portal de Gestão