segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Modus vivendi...




Pintura de Rosseau Le Douanier



"Pantanal" por pantanal, preferia estar por este onde reina a vida animal...
Porque por aqui, anda tudo travestido num enorme carnaval pensando que ninguém leva a mal.
Vivamos pois, conforme as (im)possibilidades e (im)probalidades.
Boa semana...

( vale a pena ver em "full sceen)

domingo, 27 de fevereiro de 2011

O que se "dançará" em Berlim?



Expetativas sobre o encontro do nosso 1º com a senhora Merkel...
Espero que nada tenha a ver com a extinção das nossas queridas" bolas de berlim..."
Seria um golpe profundo para as nossas manhãs ou tardes estivais de praia depois de um bom banho , com os lábios a saber a sal. Um sabor único...
Veremos se é um tango ou um bailinho mandado..

*Imagens Google.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Bom fim de semana, que se diz primaveril


INTRODUÇÃO
A água é insondável
Quando a dureza do céu abraça todo
O astro;

A terra procura o repouso,
na mais alta das montanhas;
energia que se sobrepõe à doçura
dos lagos e dos rios.

Pensamos a serenidade assim
aquosa e feminina;

e a tempestade, que desperta,
cobre-se de vento e de um ardor que penetra
a fundura antiga dos vulcões.

Nada parece inacessível ao homem sem fadiga:
O céu, a terra, a criação e os modos de tudo isso ser:
Jogo, cálculo ou destino.

Poema de MANUEL AFONSO COSTA
Pintura de Arshille Gorky, 1944

"Les Eaux de Mars"... quase, quase...


Les Eaux de Mars, por George Moustaki.

Um serão inesperado... aconteceu



Este filme, será que o viram? Passou um pouco despercebido em 2005/6.... numa única sala de cinema. Lembro-me que o recomendei vivamente aos amigos pois eu tinha-o visto em Bruxelas. É muito belo.
Presente do canal ARTE. "Vas vis deviens". Aconteceu. (sinopse)

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Vidas...





" A SOCIEDADE EXIGE MAIS CORAGEM DE QUEM É JOVEM", Caetano Veloso fala sobre envelhecimento e a morte, na revista BRAVO!, brasileira, e , que de quando em quando, me cai no sapatinho... Quando nos aproximamos dos 60, podemos começar a repartir os mesmos sentimentos .
Desvantagens de chegar aos 68?
Todas. (risos) Começamos a perder o foco da visão. Quando nos ferimos, o machucado demora muito mais para cicatrizar. Nos cansamos rapidamente. Temos menos resistência...
Não há vantagem nenhuma?
Sim, há. Nosso trabalho fica mais conhecido. É uma vantagem um pouco superficial, admito, algo que alimenta a vaidade. Mas há outras menos egocêntricas: você aprende a lidar melhor com o tempo, por exemplo. Quando jovens, somos muito mais agoniados, achamos que não vai dar tempo de fazer nada, tanto a curto quanto a médio ou longo prazo. No entanto, quando se começa
a ficar maduro, a gente percebe que dispunha - e dispõe - de mais tempo do que imaginava. O outro ponto positivo é que, com os anos, já não temos tanto problema com as opiniões a nosso respeito.
MAIS VELHO, VOCÊ DIZ" DANE-SE" PARA AS CRÍTICAS. O POETA FERREIRA GULLAR, POR EXEMPLO, NÃO ESTÁ LIGANDO SE ALGUÉM DIZ "PUXA, ESSE CARA ERA DE ESQUERDA".
Aideia de morte já não o perturba?
Em garoto eu tinha muito medo da morte... Era um pânico permanente de que pudesse ser destruído. Quando somos novos, é quase inacreditável que vamos morrer. Na velhice, temos a noção de que é assim mesmo. A gente pensa: "Se a morte não chegou ainda, o negócio é aproveitar o momento que se está vivendo".
E eu remato, carpe diem...

*Fonte, revista BRAVO! de fevereiro de 2011








Gosto muito de te ver, leãozinho...

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Sem título

Sem título


Nem tudo na vida se pode titular ou rotular, como este quadro de Tomie Ohtake, hoje com 97 anos de idade, japonesa mas a residir no Brasil desde os 23 por estar a morrer de amores por um engenheiro agronomo que dizia ser um rapaz aplicado e carinhoso como um esquilo...

Mário Laginha , o premiado de ontem no melhor disco pela SPA.Gosto.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

De domingo para segunda...(1)






Fim de mais um domingo. Caseiro e quentinho. E, o meu novo vício, ver a RTP2, como quase sempre, mas agora com uma certa religiosidade pela qualidade dos documentários às 21h.Tem sido um bodo de boa qualidade e partilha.
Hoje presente de deuses, "Estórias da Pintura". Ver a coleção de Manuel de Brito, pela sua mão, voz e delicadeza, pois ele era assim mesmo.

Abençoado Palácio Anjos, em Algés, que há anos albergou um departamento de educação aonde trabalhei e me fez criar uma relação de afeto com esta vila e que foi recuperado para albergar a coleção de Arte de Manuel de Brito.

É deveras emocionante, para mim, ver os artistas nos seus locais de trabalho desenvolver os seus processos criativos , porque na vida , tive a sorte de partilhar os momentos de criação , exaltação e angústia, durante alguns anos, com um artista plástico, o pai do meu filho António, e, nunca se fica a mesma pessoa quando a vivência da criação nos acompanha dia e noite.
Amanhã mesmo, ele é um dos nomeados entre três artistas, para a melhor exposição do ano de 2010, numa nova iniciativa da SPA, PRÉMIO AUTORES, no CCB, com transmissão televisiva às 21.30, na 1.
Ficarei a torcer defronte do televisor,, pois merece ser ganhador, como os outros e logo que possa vou tomar um café a Algés e regalar o olhar pelo Palácio Anjos.
Boa semana.

*Quadro de Júlio Pomar,"Frida Kahlo dans le rêve de eve

Conversas domingueiras...



Ter um jornal nas nossas mãos, estender as folhas do dia logo de manhã, dobrá-las e desdobrá-las para sentir a densidade das notícias ou o seu vazio, tais relações serão elas um dia suprimidas?
Gosto nos jornais de descobrir os novos filmes e as crítics, às vezes tão injustas, mas que às vezes ainda influenciam muito boa gente.
A ver, razoável, bom , muito bom.

"O Discurso do Rei" que a "real" crítica diz "a ver" e "mau" é mesmo de não perder. Sublimes interpretações de dois homens, seus diálogos, dramas pessoais ainda por cima no enquadramento histórico e social. Até consegue ser carinhoso... e faz jus ao provérbio que nos diz que" atrás de um grande homem está sempre uma grande mulher..."
E, agora vou comprar o meu jornalinho de eleição.

Bom domingo.
Pintura de Helen Marie Turner, Morning Newes, 1915

sábado, 19 de fevereiro de 2011

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Seraphine - a pintora improvável, hoje na TVC4, a não perder

Sempre que chove, esta canção vem-me à memória....


Sempre que chove esta canção vem-me à memória e o que de bom com ela vivia quando o Quinteto Académico passava pelo casino da Figueira.
Sei que passam por aqui uns bons revivalistas... presentinho.
Eis a junção de arte neste tema, realidade e poesia.
Hoje é assim, amanhã logo se vê.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Paco de Lucia y Pepe de lucia - Sólo quiero caminar

Vida...









A hospitalidade não é somente um sinal de doçura, é sobretudo um sinal de força...

Cartas de Paris, Eça de Queirós
pintura de Rita Gil (Brasil)

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Um presentinho

Dia de S. Valentim é quando uma mulher e um homem querem...

Performance de Marina Abramovic, Portrait with Flower, Closed Eyes

Bem me quer, mal me quer, muito, pouco ou nada.


domingo, 13 de fevereiro de 2011

"Qual o tamanho de Portinari"? Cariocando por terras lusas

Os paineis "Guerra e Paz", feitos por Portinari para a sede da ONU, em Nova York, serão restaurados num atelier aberto, no Rio de Janeiro.
Para a crítica, faltou ousadia a Portinari. " As faixas de luz sobre as figuras dão uma impressão cubista, mas, com calma, olhando de perto, percebe-se que tudo está no deu devido lugar".
Dizem os críticos que esta falta tem a ver com a influência europreia que Portinari recebeu.
*Fonte de informação Revista Bravo!de janeiro

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Momentos de ouro... bom fim de semana




Estou neste momento numa biblioteca pública que deu lugar à antiga e clássica Biblioteca Municipal, por onde fui criada e onde o amor pelos livros, revistas e música ficou visceralmente agarrado ao meu “eu”.
A minha mãe que hoje completa os seus jovens e saudáveis 83 anos foi funcionária, até à idade possível, desta Biblioteca.
As bibliotecas de hoje são cuidadosamente planeadas, pensadas em tornar a rotina dos estudantes agradável e ser o melhor lugar para a leitura.
Tenho algumas bibliotecas na minha vida, mas uma é de verdadeira paixão, só para os olhos… pois é monumento, O REAL GABINETE DE LEITURA DO RIO DE JANEIRO, (aqui) e (aqui) única biblioteca que recebe um exemplar de todos os livros editados em Portugal.
Sempre que atravesso o atlântico, tenho que o respirar, sentir e no fim almoçar ou lanchar na pastelaria COLOMBO, obra de arte de supremo requinte e bom gosto.
É uma partilha atrasada, mas sempre a tempo de fazer crescer água na boca…
Bom fim de semana e até um destes dias.
* O manuscrito é a 1ª carta que Gago Coutinho escreveu para Portugal a relatar a travessia do Atlântico,

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Francisco Goya

Os meus fantasmas e os de Goya... hoje ao serão



De quando em vez o amor bate à porta para matar saudades tal como a miragem dos filmes perdidos no tempo, de que gostámos, e, desaparecem das nossas memórias.
Hoje foi a vez de rever d Os Fantasmas de Goya, no canal de cinema, filme que adorei há uns anitos e que até passou um pouco despercebido.
Só hoje reparei que a atriz principal e numa ótima interpretação era Natalie Portman, bem jovem, mas que faz jus a um artigo sobre ela, na revista "Única" desta semana dizendo que sempre foi uma sobredotada. E, só assim pode ser quem tem feito o percurso que ela fez até chegar ao Cisne Preto, que me deixou apanhada de todo. Bardem, também tem uma excelente interpretação.

Sinopse

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Descontrair, é preciso...



AUTO-RETRATO

O'Neill (Alexandre), moreno português,
cabelo asa de corvo; da angústia da cara,
nariguete que sobrepuja de través
a ferida desdenhosa e não cicatrizada.
Se a visagem de tal sujeito é o que vês
(omita-se o olho triste e a testa iluminada)
o retrato moral também tem os seus quês
(aqui, uma pequena frase censurada…)
No amor? No amor crê (ou não fosse ele O'Neill!)
e tem a veleidade de o saber fazer
(pois amor não há feito) das maneiras mil
que são a semovente estátua do prazer.
Mas sofre de ternura, bebe de mais e ri-se
do que neste soneto sobre si mesmo disse…

Alexandre O' Neill

Closer - também com Natalie Portman


A revelação já passou por aqui, CLOSER, filme de que muito gostei.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Terrivelmente belo



A beleza também está na dor.
Natalie Portman, magistral interpretação. Mesmo a não perder.

Vai um pézinho de dança?


Ao visitar o amigo de Mar Arável, não resisti a pedir-lhe emprestada a poesia de hoje.
Vai mesmo com o meu pé de dança.

Contra ventos e grandes marés ainda há estórias de amor com fim feliz... é tudo uma questão de tempo. Digo eu...

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

A todas as "Marias" deste mundo...

Homens, mulheres e amantes.... salve-se quem puder...



Estas, são as notícias preocupantes de hoje no Público. Aventa-se que o fenómeno vai continuar a aumentar... É de pânico.

Eu questiono o número de mulheres e homens também... que vão morrendo cada dia que passa debaixo do teto em que coabitam. Dramas silenciosos que sempre deixam passar algum ruido cá para fora.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Vidas...






Um presente da vida que a RTP2 nos está a dar neste momento, como o está a fazer todos os domingos às 21h, um filme autobiográfico da grande artista Lourdes de Castro.(aqui)



Não ouvia falar dela há muito...
Tenho muita pena que coincida com os comentários de Marcelo, o que "inibe" algumas pessoas (bastantes) de ver estes programas domingueiros.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Bom fim de semana...

Tudo isto aqui bem à porta. Momentos de ouro...





























Lá fora,
entre a neve e a lua
uma estrela espreita
para um beijo breve.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

水墨动画 Chinese Painting Animation

Nem tudo vai correr sobre rodas para nós... os chineses terão outra opinião


Ele há anos e anos . Uns bons, outros assim assim ou muito maus....
Coelhos, também os há de várias raças... As várias previsões aqui e aqui...(clicar)
Por acaso também é o meu ano chinês e acreditar só acredito no que me possa fazer feliz, porque o resto, vem sempre por acréscimo...
Santo dia 3 de Fevereiro. Por cá , a vida é um dia de cada vez ou quase por toda a parte...

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Luís de Freitas Branco, Sonata para Violoncelo e Piano, IV- Muito Vivo

Hoje acontece...

Livraria Lello, Porto
Esta é a livraria Lello, no Porto, considerada a terceira mais bonita do mundo numa avaliação feita recentemente.
Escolhi-a como símbolo de livraria para dizer que hoje na livraria Coimbra Editores Livrarias (antiga Buchholz) , em Lisboa, às 18h, o meu amigo José Maria Pedrosa, musicólogo e recentemente jubilado pela Universidade de Coimbra, vai apresentar o seu livro História Breve da Música Ocidental.


ABERTURA

" O autor não entende que se deva tratar o povo
como uma criança atrasada e que às massas populares
devam ser dadas apenas coisas fáceis..."

LUÍS DE FREITAS BRANCO (História Popular da Música,Lisboa Cosmos,1943)

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

1 de fevereiro, a história de Portugal também foi marcada, mas desta vez em Lisboa...








Pourqoi ils Voyagent, de Leal da Cãmara




Aconteceu o regicídio... ! 1 de fevereiro de 1908.